Home  /  Institucional  /  Campeões  /  Jaciane Santos

Jaciane Santos

Jaciane Santos

Jaciane Santos

 

 

Nascimento: 27/05/1993

 

 

Cidade: Porto Alegre

 

 

Sonho: " Tenho alguns, e um deles é que as crianças tenham um futuro brilhante. Além disso, espero que vivam num momento melhor que o nosso, com mais segurança, mais pessoas honestas e sem discriminação. Sonho também que meus filhos façam parte do meu casamento, que eu tenha meu dia de princesa, use um vestido branco e tudo mais. "

 

Categoria: Superação

Jaciane Santos
  • Projeto SEER - instrutora por mais de 3 anos.
  • Conclusão da faculdade de educação física em 4,5 anos
  • Homeneageada Dia das Mães da Faculdade Sogipa
  • Homeneageada Pratas da Casa categoria Superação
  • Contemplada com Bolsa de Estudos pela Faculdade Sogipa

Biografia

Facebook Twitter Pinterest Google Plus

Jaciane viveu toda sua juventude numa comunidade humilde de Porto Alegre, onde sempre frequentou colégios públicos enquanto ajudava nas tarefas de casa e na criação dos outros quatro irmãos menores. Segunda mais velha entre os cinco irmãos, Jaciane e a família viviam com pouco, sem o pai (que faleceu quando ela tinha apenas quatro anos) e com uma mãe que começava a demonstrar sinais de depressão.

Foram anos de luta contra a depressão da mãe, que ficou com a  saúde muito prejudicada e causou muito preocupação em casa.  Por isso, Jaciane que já ocupava a posição de chefe da casa, foi obrigada a se dividir entre a escola e os cuidados especiais que a mãe precisava. Infelizmente, os cuidados de Jaciane não foram suficiente e sua mãe veio a falecer em fevereiro de 2012,ano em que a filha completaria 19 anos e se formaria no ensino médio.

Sua mãe faleceu deixando seis filhos: um casal de gêmeos de apenas três anos, uma irmã ainda criança, outro menino na pré-adolescência, Jaciane e um irmão mais velho. Os meses após a morte da mãe foram os mais duros, e Jaciane chegou muito perto de entrar em depressão. Apenas chegou perto. Pelo bem dos seus irmãos e pelo futuro que os aguardava, a irmã mais velha encontrou forças para seguir em frente.

Durante o ano de 2012, além de cuidar da casa e estudar para concluir o ensino médio, Jaciane também arranjou um emprego numa academia. Desde os 16 anos, Jaciane já trabalhava em recepções de academias e clínicas de fisioterapia, e por isso tinha criado uma empatia muito forte pela área da saúde e bem-estar. Em busca de uma carreira nessa área, ela resolveu prestar o vestibular na Faculdade Sogipa para o curso de Educação Física, assim como o seu coração mandava! Ela se inscreveu, fez a prova e logo em seguida veio a boa notícia: a aprovação no vestibular!

Jaciane fez sua inscrição no curso em fevereiro de 2013 (um ano após o falecimento de sua mãe), porém, a falta de dinheiro para pagar as primeiras mensalidades surgiu como um novo obstáculo. Com certeza, a decisão de estudar numa faculdade privada foi tomada com impulso uma vez que a saúde financeira da família não estava nada bem. Jaciane tentou se inscrever no programa FIES após ter sido aconselhada pela faculdade, mas antes mesmo de conseguir todos os documentos, ela recebeu uma grande notícia de que a Faculdade Sogipa lhe daria uma bolsa de estudos. A possibilidade de poder continuar os estudos não trouxe apenas lágrimas à Jaciane, mas também uma oportunidade de mudar de vida, como ela mesma nos conta:

“A Faculdade foi a base da minha vida, quando perdi meu chão, não sabia o que fazer, para onde ir, fui levando a vida sem saber o que iria acontecer, sem querer, desiludida. Ao entrar na Faculdade Sogipa, percebi que estava viva e deveria continuar lutando, passei a ter vontade de viver novamente! Desde então sou outra pessoa e muito grata pela oportunidade que tive aqui e não pretendo perder esse vínculo jamais!”

Jaciane havia superado mais um obstáculo na sua jornada como estudante de educação física, porém, outros empecilhos apareceram. A aluna começou a sentir o peso e a exaustão de trabalhar, estudar, cuidar dos irmãos, além de ter que resolver a guarda das crianças. Por essas razões, ela cogitou sair do emprego, mas precisava do dinheiro para pagar as contas e não saiu. Então, ela cogitou sair da faculdade, mas não o fez. Jaciane seguiu firme no curso, mesmo sobrecarregada, até uma ajuda muito especial aparecer perto da sua casa, um “anjo” em forma de vizinho.

Este anjo, chamado Jefferson, apareceu na vida de Jaciane no ano de 2014, e aos poucos foi conquistando o coração da vizinha. A relação se fortaleceu, e Jefferson decidiu levar Jaciane e as crianças para morar junto com ele em Cachoeirinha, na casa nova que havia comprado por um programa do governo. Não foi simples deixar a comunidade e os irmãos mais novos, mas Jaciane sabia que todos já estavam bem maduros para fazerem suas escolhas. A irmã casou e o outro irmão foi buscar sua independência com as próprias pernas. Superada a saudade dos irmãos, o resto da história é de muita felicidade, como Jaciane mesmo conta:

“Em agosto (de 2017), vai fazer dois anos que estou morando em Cachoeirinha. Estou em um conto de fadas, pois eu e o Jefferson construímos uma família onde temos 2 filhos de 8 anos que nos chamam de pai e mãe desde que nos mudamos. Eles são maravilhosos, temos um amor entre nós, que não há explicação, parece que vem de outras vidas!”

Também em Agosto de 2017, será a formatura de Jaciane, um momento tão esperado por ela. Temos certeza que a trilha da nossa aluna deixou marcas lindas em todos que estudaram ou trabalharam junto com ela, como por exemplo, os professores e crianças participantes do Projeto SEER (Serviço de Estimulação Essencial Recreativo) para crianças com algum tipo de deficiência. Jaciane começou neste projeto como voluntária, virou estagiária e hoje, faz seu TCC sobre o trabalho que realiza para melhorar o bem-estar, saúde e o desenvolvimento motor das crianças do projeto SEER, como ela conta e você pode ver no vídeo:

“Faço parte do Projeto SEER da Faculdade Sogipa desde o início em 2014, temos um encontro semanal com crianças que necessitam de estímulos para o desenvolvimento das habilidades motoras. Desde que iniciei no Projeto me encontrei profissionalmente, é magnífico trabalhar com essa população!”

 

PROJETO SEER

 

A Faculdade Sogipa tem a certeza que o diploma de Jaciane não significa apenas uma porta para o mercado de trabalho, mas também um reconhecimento pelo esforço dela durante toda a sua vida. Depois de uma adolescência difícil, Jaciane tem muito a agradecer pelo seu presente. Hoje, ela exibe os filhos gêmeos com muito orgulho nos corredores da Faculdade, e sentiremos saudades de ver o amor que transborda entre eles. Mas além de saudade, também temos convicção que essa menina vai longe e trará ainda muito orgulho pra nossa família acadêmica que a acolheu nos últimos quatro anos. Um futuro maravilhoso aguarda Jaciane, e esperamos que cada vez mais ela seja feliz ao lado do seu noivo Jefferson, e dos seus filhos!

Desejamos muito sucesso a Jaciane, que entrou para a história da Faculdade Sogipa como uma das nossas #PratasdaCasa na primeira história da categoria SUPERAÇÃO! Parabéns, Jaci!